Como degustar vinhos sem manchar os dentes

como-beber-vinho-sem-manchar-os-dentes

 

 

 

Degustar vinhos é um grande prazer, e relaxar com um bom vinho é certamente um belo motivo para sorrir. Mas por outro lado, o vinho pode, ao mesmo tempo, tirar o brilho do nosso sorriso, pois mancha e escurece nossos dentes. Sua cor forte, principalmente do vinho tinto, quando combinada a outros fatores, pode tornar o vinho ainda mais nocivo que outros inimigos do sorriso bem conhecidos, como o café ou os refrigerantes.

As agressões dessa bebida à aparência dos dentes vão muito além da intensidade dos seus pigmentos. Seus efeitos nocivos também estão em sua acidez, que prejudica severamente o esmalte do dente, além de diminuir a ação defensiva da saliva, que é reduzida em sua quantidade e efetividade por conta do álcool. É importante lembrar também, que a falta de atenção à saúde bucal agrava e muito estes danos, e quanto mais sujo estiver o dente, maior será agressividade dos malefícios ao dente, principalmente ao esmalte, ou em pior hipótese, o vinho pode aderir à placa bacteriana dos dentes mal cuidados, intensificando doenças graves e acelerando suas consequências.

Mas é possível saborear um bom vinho, controlando estes prejuízos? Claro que sim! Já sabemos que o vinho é uma ameaça real aos nossos dentes, mas não chega a ser grave ao ponto de precisar ser evitado. Existem uma série de cuidados que não sacrificam em nada o prazer de saborear um bom vinho, e mantém sobre controle seus efeitos em nossos dentes. Porém, antes de tomar os cuidados – e o vinho – é preciso estar preparado, de nada adiantaria seguí-los, se seus dentes estão frágeis. Por isso, a primeira e mais importante dica é: tenha uma boa higiene bucal em sua rotina, tenha a prevenção como base de sua proteção, dessa maneira, seus dentes estarão mais fortes e resistentes aos efeitos danosos não só do vinho, mas de qualquer outra ameaça. Dito isto, vamos ás outras dicas.

 

Beba água! Esta dica é preciosa. Procure beber água na mesma quantidade que o vinho, tendo hábito de tomar um copo de água depois de cada taça de vinho. Outra boa dica: procure beber água com gás, que tem capacidade ainda maior de proteger seus dentes. E ainda falando de água, temos uma dica extra, que não é sobre dentes diretamente, mas pode ser um bom motivo para sorrir: beber água na mesma proporção do álcool, não só defende seus dentes, mas afasta certos sofrimentos no dia seguinte, diminuindo as chances de você sentir os incômodos de uma ressaca!

 

Evite misturar bebidas! Cada bebida tem seu teor de álcool, e maiores níveis de álcool significam maior capacidade de interferir na quantidade de saliva, enfraquecendo a defesa de seus dentes. Além disso, cada bebida tem suas possibilidades de agressão aos dentes, e algumas combinações podem ser bastante agressivas, e uma bebida pode fortalecer a ação nociva da outra.

 

Não é repetição, mas deguste com moderação! Apreciar com moderação já é um conselho bem conhecido, mas no caso do vinho, há outra forma de citá-lo. Além da quantidade ingerida, também é preciso ter moderação no prazer de saborear o vinho, pois ao degusta-lo, o mantemos por muito tempo na boca para prolongar a sensação de sentir seu sabor. Esse hábito intensifica os prazeres do vinho, mas em compensação, também aumenta seus prejuízos aos nossos dentes. A não ser que você seja um profissional nessa área, evite reter o vinho por muito tempo na boca

 

 

Espere a hora certa! Os mais vaidosos e cuidadosos, podem ficar ansiosos para tomar atitudes mais efetivas para defender seus dentes, e a maior de todas as ações é escovar os dentes. Mas toda grande arma deve ser utilizada com sabedoria, portanto seja inteligente e aproveite ao máximo seus benefícios. Deixe primeiro sua grande aliada, a saliva, fazer seu trabalho! Além disso, espere a acidez da boca diminuir um pouco e aproveite este tempo para beber mais água, ou pelo menos, enxague mais a boca. Espere ao menos 30 minutos e faça sua parte! Nunca é demais lembrar, que é indispensável escovar os dentes também antes de se render aos prazeres de um bom vinho. Ainda falando sobre o momento adequado para escovar os dentes, tenho outra dica, mas dessa vez para aproveitar melhor o vinho: evite escovar os dentes poucos minutos antes de degusta-lo, pois o creme dental vai alterar seu paladar!

 

Proteja-se já na refeição! Existem diversos alimentos que podem funcionar como uma espécie de esponja, pois com o atrito da mastigação, deslizam pelos dentes, absorvendo os pigmentos aderidos aos dentes. E o grupo de alimentos mais eficazes nesta missão é o das fibras. Outros alimentos bastante úteis são as frutas, principalmente pera e maçã, que além de realizar o “efeito esponja”, são ricas em líquidos e ainda estimulam a produção de saliva. Mesmo não merecendo ser considerado como alimento, um chiclete – de preferencia sem açúcar – pode ajudar de forma parecida, principalmente durante aquele período antes da escovação.

 

Um delicioso aliado! Esta certamente não é a dica mais importante, mas certamente é a mais interessante, e mesmo dentro do grupo anterior, o dos alimentos, merece seu próprio espaço. O que lhe torna tão importante? É por ser uma dica completa, uma informação relevante para os dois temas que estamos conversando, unindo os cuidados com os dentes e os sabores do vinho. E por falar em unir, mais que uma ótima opção, estamos diante de uma combinação perfeita! Está curioso? Pois este delicioso aliado é o queijo branco, que nos ajuda a cuidar melhor de nossos dentes, e ainda nos ajuda a saborear melhor o vinho. Falando de cuidados, as proteínas e cálcio são dois grandes trunfos que o queijo herda do leite, a primeira ajuda a diminuir a acidez da boca, e o segundo fortalece os dentes. E falando de sabores, o queijo é sempre uma ótima companhia, pois harmoniza a química do encontro do nosso paladar com vinho, o deixando ainda mais saboroso. Isso se dá por conta diminuição da sensação amarga na língua que sentimos por culpa do álcool, através de uma reação química que acontece em nossa boca, pela ação das proteínas do queijo.

 

O vinho é apenas um dos muitos inimigos da beleza de nosso sorriso, e muitos deles podem ter seus efeitos atenuados com uma atitude simples, utilizar o canudo, mas convenhamos, quando se trata de vinho isso é inimaginável. Porém, se você estiver em casa, seguindo o conselho da medicina de tomar uma taça de vinho por dia pelo bem à sua saúde, ou simplesmente relaxando depois de um dia de trabalho, se permita cometer esta grande gafe, e entre quatro paredes, beba o vinho com canudo, é um pouco estranho, mas é um cuidado simples e efetivo para manter a beleza de seus dentes.

 

E uma última dica, tudo que falamos sobre o vinho, também se aplica rigorosamente ao suco de uva, principalmente o natural, mais ainda para o integral.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Dentista em Fortaleza