Fragmentos Dentários em Porcelana

Fragmentos Dentários: a beleza é feita de detalhes

Fragmentos Dentários: a beleza é feita de detalhes

A beleza é feita de detalhes, e nunca essa ideia fez tanto sentido quando falamos em fragmentos. Como o próprio nome já diz, os fragmentos são aquele detalhe que faltava para que o sonho do belo sorriso se realize, e o melhor: corrigindo defeitos como dentes separados, curtos/pequenos demais ou quebrados, por exemplo, de forma rápida e prática em poucos dias. Em média, duas sessões são necessárias, e assim como os já consagrados tratamentos com Facetas em Porcelana e Lentes de Contato Dentais, o paciente descobre o futuro da odontologia é hoje, e é possível conquistar o sorriso dos sonhos sem tratamentos longos e incômodos.

Fragmentos Dentários em Porcelana

Fragmentos Dentários em Porcelana

 

Ainda falando da praticidade e do tempo reduzido dos tratamentos com os Fragmentos, outra grande vantagem que anima e muitos os pacientes que buscam esta nova odontologia, é que a dor, que muitas pessoas associam diretamente ao consultório do dentista, não é mais impedimento para quem deseja transformar o sorriso com os Fragmentos em Porcelana.

 

Você deve estar se perguntando, “como isso é possível?”, afinal tanta praticidade para solucionar problemas tão complexos, e de forma tão rápida, é algo realmente surpreendente. Por isso, vamos explicar o são os fragmentos e como é o processo do tratamento.

Os fragmentos são pequenas peças em porcelana

Os fragmentos são pequenas peças em porcelana

Os fragmentos são pequenas peças em porcelana – material que mais assemelha com os dentes de naturais – que são cimentados aos dentes, preenchendo espaços ou cobrindo imperfeições. Ou seja, em um caso de pessoas com dentes separados, por exemplo, o dentista desenha no computador através do Digital Smile Design, qual será a forma do fragmento em porcelana que terá capacidade de cobrir os espaço entre os dentes, e encaminha este desenho ao laboratório que irá produzir a peça. Em poucos dias (em alguns casos até no mesmo dia) o fragmento literalmente sai do forno e é encaixado e cimentado nos dentes naturais do paciente, dando uma nova vida ao sorriso de quem se incomodava com os dentes separados. E se o caso for de dentes curtos? Sim, é possível também aumentar dentes pequenos através dos fragmentos. Como? Da mesma forma do outro exemplo dos dentes separados, só que desta vez os fragmentos em porcelana são produzidos de forma que ao serem cimentados nas “pontas dos dentes”, aumentem a envergadura dos mesmos.

Fragmentos são indicados para poucos dentes

Fragmentos são indicados para poucos dentes

 

  • Fragmentos são indicados para “poucos dentes”

 

Em poucas palavras, os fragmentos são de fato aquele detalhe que faltava para solucionar os mais diversos problemas estéticos, e neste universo encaixam-se mais os casos onde poucos dentes são trabalhados. Agora, se você possui mais de dois dentes que podem ser melhorados, ou deseja fazer uma grande transformação em seu sorriso, há duas outras opções de tratamento que possuem o mesmo mecanismo simples e eficiente dos fragmentos: as Facetas em Porcelana em as Lentes de Contato Dentais.

 

Para que servem os fragmentos dentários

Para que servem os fragmentos dentários

Se você tem problemas estéticos em apenas um ou três dentes, podemos continuar nossa conversa, pois você provavelmente está no lugar certo, mas nada impede de dar uma olhada também em nossas páginas que sugerimos no parágrafo anterior. Porém, continuando nossa conversa vamos à lista de indicações dos fragmentos:

 

  • Diastemas (Dentes separados);
  • Aumento de Dentes Curtos;
  • Apinhamento (Dentes desalinhados);
  • Dentes com deformações (forma de cone, por exemplo);

 

“Mas será que não fica artificial?”

 

Essa é uma dúvida muito comum, e ao mesmo tempo, um dos pontos mais importantes de todo o trabalho de odontologia estética que envolve os chamados “dentes de porcelana”, a naturalidade dos resultados. Conversamos muito sobre a praticidade dos fragmentos e como o procedimento parece “simples”, mas fazer com que os resultados pareçam naturais é o grande desafio! Imagine só que é preciso criar em laboratório um fragmento em porcelana, ou numa linguagem mais simples, um “pedacinho” de porcelana que passe despercebido quando estiver unido ao “resto” do dente natural.

 

Um trabalho deste nível é tão complexo, que quem não é dentista jamais terá uma boa noção da dificuldade que é copiar os detalhes de cor de um dente, fazendo com que o fragmento e o dente natural do paciente se tornem uma coisa só. São inúmeros processos de manipulação da porcelana, idas e vindas ao forno, pinturas, provas, desgastes e muitos outros processos de ajuste até que na cimentação, o dentista dose o cimento na medida certa para que o resultado natural seja finalmente alcançado.

 

“Algo tão pequeno, não é frágil? …” “… O fragmento em porcelana não vai mudar de cor?”

 

Evidentemente que o tamanho do fragmento em porcelana não deixa dúvidas: estamos diante de algo bastante delicado. Porém, sua resistência é imensurável, e para que você entenda como nós dentista podemos dizer com toda a segurança que um fragmento é extremamente resistente, usarei uma analogia muito simples, mas perfeita para explicar a estabilidade de um fragmente em porcelana. Imagine só uma cerâmica ou um porcelanato para o piso de sua casa, antes de serem “cimentadas” ao chão, as peças são extremamente frágeis e se caírem ao chão, certamente quebraram. Porém, após estarem cimentadas ao piso, forma uma unidade sólida e duram décadas sem problemas.

 

Assim como visualmente os fragmentos formam uma unidade, fisicamente também, e se a solidez das peças aderidas ao dente já está bem entendida, vamos à outra dúvida muito comum: “será que os fragmentos mudam de cor e amarelar com o tempo?”. A resposta é não, os fragmentos não vão mudar de cor com o tempo, e vamos usar mais uma analogia para explicar como isso é possível. Lembra-se das xícaras de sua casa? Já percebeu que por mais café e chás escuros que bebemos em nossas xícaras, elas continuam branquinhas? Isso acontece porquê as xícaras são de porcelana, e as porcelanas não mudam de cor!

Dentista em Fortaleza