Ortodontia Invisível: Braquetes Estéticos

braquetes-face

A ortodontia, que é o ramo da odontologia que trabalha com as movimentações dentárias, tem sofrido diversas mudanças durante os últimos anos. Desde o tempo do tratamento, perfil dos usuários até os tipos de aparelho, a ortodontia vem sofrendo grandes mudanças.

 

Evoluindo sempre, a odontologia estética puxou consigo a ortodontia, e o mesmo nível de exigência dos pacientes que buscaram o digital smile design, o visagismo e as facetas e lentes de contato dentais, foi transferido para este ramo que é um dos mais tradicionais da odontologia.

 

No passado ainda recente, os adultos não tinham muito interesse pela ortodontia, por conta do famoso sorriso metálico, e por muito tempo o tratamento ortodôntico era protelado. Para suprir esta necessidade em torno da discrição, surgiu a chamada ortodontia invisível, que busca oferecer o mesmo trabalho de movimentações dentárias, mas de forma que o aparelho passe despercebido. As atuais opções neste sentido, são o aparelho lingual (que é fixado por trás dos dentes), o invisalign e os chamados braquetes estéticos, que vamos conversar agora.

 

Como o próprio nome já diz, este tipo de braquete é ideal para quem leva em consideração a aparência de seu sorriso com aparelho, ou melhor, que ele se quer apareça. A solução para isso, foi a criação de braquetes transparentes, ou na cor dos dentes, entre estes tipos de braquetes estão: os braquetes de policarbonato, os de cerâmica, e os mais modernos os braquetes de safira.

 

– Braquetes de Policarbonato

 

Este tipo de braquete já começa a entrar em desuso, mesmo alcançando o objetivo de ser discreto e realizar a movimentação normalmente. Sua principal vantagem é com relação ao preço, e entre os braquetes estéticos, é o que oferece o menor custo. Porém, exige maiores cuidados, e caso seu usuário não seja disciplinado, é grande a possibilidade de manchamento com o tempo, e além disso, pode ocorrer quebra e se soltar dos dentes com mais facilidade.

 

– Braquetes de Porcelana

 

Superando as desvantagens do policarbonato, os braquetes de porcelana oferecem a mesma vantagem no que se refere a discrição e estética do aparelho, porém, com uma qualidade incomparável: não mudam de cor com o tempo, além de oferecer ao paciente um tratamento mais rápido e efetivo. Ainda comparando com o policarbonato, a porcelana também é mais resistente, diminuindo o risco de quebra ou soltura do braquete.

– Braquetes de Safira

 

Representando o que há de melhor na ortodontia invisível, os aparel

hos dentários com braquetes de safira, são praticamente imperceptíveis, muito mais resistentes a quebras e mudança de cor. O braquete de safira recebe este nome por uma questão de identificação com a porcelana monocristalina, e sua fabricação ocorre em um processo onde o material é submetido à pessão e temperatura consideravelmente superiores.

 

O resultado deste processo de fabricação é um material mais denso e menos poroso, que depois de polido adquire uma aparência similar a de um cristal, dando toda a discrição que a ortodontia invisível exige, e vai além, oferecendo também um tratamento mais eficiente para os pacientes da odontologia estética.

 

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Dentista em Fortaleza