Ponte Fixa

A perda um dente é de longe um dos problemas que mais leva as pessoas ao dentista. Já faz parte do ser humano não investir em prevenção e só procurar uma solução para problemas de saúde quando a situação já encontra-se bastante complicada. Por que começamos assim a falar sobre Ponte Fixa? Simplesmente porque se você está lendo uma página sobre Ponte Fixa, certamente é por conta de já ter perdido um ou mais dentes e está buscando uma solução para o problema.

Se você está sofrendo a perda de um ou mais dentes sabe muito bem o que é sentir na pele os problemas que são consequência dessa perda dentária. A ausência de dentes atrapalha desde a mastigação até a fonética, passando pela estética, afinal um dente faltando é um desastre para a aparência das pessoas. Quer mais? Pois agora vem a pior parte: o espaço perdido por um dente perdido é motivo para que os outros dentes movimentem-se em direção a este espaço, e um dente perdido lá atrás em sua arcada dentária pode fazer com que os dentes de frente movimentem-se em consequência e comecem a se separar. Ou seja, se você perdeu um dos dentes de trás é possível que não tenha buscado tratamento por um bom tempo simplesmente porquê o problema não aparece, afinal, está lá atrás. Bom, se o dente perdido fosse na frente, certamente você procuraria o dentista o mais rápido possível, pois é visível o “estrago” na aparência de quem perde um dente na frente.

Ponte fixa

Ponte fixa

Tanto faz se você perdeu um de seus dentes anteriores (da frente) ou posteriores (de trás), o espaço deixado pelo dente perdido vai fazer com que os outros dentes se movimentem e esta movimentação irá gerar desde inflamações na gengiva, disfunção da ATM (por mastigar mais de um lado só) e adivinhe só: a perda de outros dentes. Portanto, se você está lendo essa página agora é por estar interessado(a) em tratar a perda dentária, mas depois de saber de todas estas informações é impossível não imaginar que esteja convencido(a) da importância de resolver o problema o mais rápido possível.

Não faltam opções de tratamentos na odontologia estética moderna para tratar a perda de um ou mais dentes, e a ponte fixa (tema desta página) é apenas uma delas. Qual a melhor opção? Simples, a melhor para você! De fato, cada caso é um caso e desde os aspectos estéticos e de saúde bucal até os financeiros, passando pela questão do tempo e da disponibilidade em realizar o tratamento é possível que a ponte fixa se encaixe perfeitamente em sua situação. Esta decisão cabe a você e ao seu dentista, mas como estamos falando de sua saúde e de sua aparência, quanto mais informação, melhor! Pois agora vamos falar mais sobre a ponte fixa e como ela pode devolver a possibilidade de mastigar e falar normalmente e de sorrir livremente.

O que é uma ponte fixa?

O que é uma ponte fixa?

O que é uma ponte fixa?

A ponte fixa é um espécie de conjunto de dois ou mais dentes unidos em uma peça produzida em laboratório de prótese, podendo ser produzida em zircônia, porcelana com ou sem base em metal. O “vazio” deixado pelo dente perdido é preenchido e a ponte é fixada através da cimentação nos dentes vizinhos ou em pino dentário, e como a peça é ligada entre dentes vizinhos recebe esse nome de ponte e os dentes ou pinos que dão sustentação a ponte são chamados de pilares. Falando em pilares, estas bases de sustentação merecem sua atenção na escolha por uma ponte fixa. Como acabamos de conversar, a ponte fixa não é apenas um dente produzido em laboratório e sim um conjunto de dois ou mais dentes (geralmente três dentes) que estarão sempre unidos em uma espécie de “bloco” que para ser forte e confiável é preciso que seja bem fixado e é neste ponto que os pilares são fundamentais. A ponte fixa é cimentada nos dentes naturais do paciente que são preparados para que “encaixem” na ponte fixa e em seguida são cimentados formando uma união sólida. Para que não fique dúvidas, além das imagens abaixo a Ponte Fixa soluciona o problema da perda de um dente com uma peça composta de dois ou mais dentes produzida no laboratório de prótese, fixada aos dentes vizinhos que servem como base de sustentação.

Ponte fixa ou Implante Dentário?

 Hoje em dia é praticamente impossível não associar um dente perdido a um implante dentário. Mas será possível tratar a perda de um dente sem precisar se submeter a um implante dentário? Com a ponte fixa, sim! O implante dentário é um parafuso de titânio que funciona como raiz artificial para dar sustentação ao dente perdido. Acontece que em uma ponte fixa, a sustentação é feita pelos dentes vizinhos ao dente perdido. Porém, vale lembrar mais uma vez que cada caso é um caso e muitas vezes esta sustentação pode ser feita por implantes ou pinos dentários.

 

 

 

Dentista em Fortaleza