Síndrome de Combinação

Envelhecer é um processo natural e inevitável, e com o tempo, o organismo vai perdendo tecidos como parte deste processo, sejam os chamados tecidos moles como colágeno e elastina, ou tecidos duros (ósseos). Principalmente no caso da perda óssea, um efeito consequente desse fenômeno, é a movimentação das mandíbulas, o que acaba fazendo com que o rosto pareça mudar de comprimento, ou seja, o rosto parece estar diminuído.

 

Esta movimentação provocada principalmente por perdas dentárias, possui malefícios estéticos, mas há também consequências funcionais que merecem atenção e tratamento adequados para este fenômeno, que é conhecido tecnicamente como Síndrome de Combinação. Sua principal característica visível é a descaracterização da região do canto da boca, que inverte do côncavo para o convexo, o que além de mudar o formato do rosto, lhe provoca acentuado envelhecimento, inclusive aumentando severamente o surgimento de rugas.

Comissura labial, característica da síndrome de combinação

Comissura labial, característica da síndrome de combinação

 

A raiz do problema, literalmente, é a perda do dente e sua raiz, que vai fazendo que os outros comecem a ceder, dando início a movimentação que estamos estudando. Porém, outra possível causa da Síndrome de Combinação é o bruxismo, que para quem não conhece, é o hábito de apertar os dentes frequentemente. Para casos deste tipo, uma boa solução apresentada recentemente pela odontologia é a utilização da toxina botulínica, que irá agir na musculatura tensionada em excesso, diminuindo a pressão exercida pelo paciente, e consequentemente seus efeitos sob a dimensão vertical do rosto.

 

Ainda falando sobre a toxina botulínica para pacientes que sofrem da Síndrome de Combinação, outra aplicação interessante, é na solução das rugas que se formaram por consequência da síndrome. Ainda não é notório do grande público que o dentista está habilitado para manipular a toxina botulínica no atenuamento de rugas, mas aos poucos a odontologia vem ganhando espaço neste sentido, não só na utilização desta substância, mas também no uso do ácido hialurônico, utilizado nos procedimentos de preenchimento facial.

 

É importante deixar muito claro, que ao falarmos de rugas e envelhecimento, estamos falando apenas de efeitos e não da causa do problema. Nem precisa dizer qual é o assunto mais importante em nossa conversa, e falando de maneira muito direta sobre ele, a melhor solução para a Síndrome de Combinação é a reposição dentária.

 

Novamente sendo literal, a raiz do problema é a própria raiz dentária, e a medida que a mesma é perdida, pela lei natural do uso e desuso, a perda óssea é a inevitável, o que acabará provocando as movimentações geradoras da síndrome. É evidente que a questão estética por conta da deformação do rosto e o aparecimento de rugas também é importante, mas é indispensável que se busque tratamento para a Síndrome de Combinação, principalmente pela questões funcionais por conta da mastigação, e de uma forma geral, por sua saúde bucal.

 

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Dentista em Fortaleza